Efeito Cachaça

Bertrand Delgado e Juan Lorenzo Maldonado, da equipe de Nouriel Roubini (RGE Monitor), no boletim distribuído quatro horas atrás dizem que  o Brasil apresentará o relatório da inflação de maio, que deve continuar baixando, arrastada pela forte baixa dos preços dos alimentos. Dizem também que o déficit em conta corrente deve mostrar uma melhora, graças a  um forte excedente comercial. Já na Argentina, a economia provavelmente se expandiu em  ritmo forte em abril, graças às políticas macroeconómicas acomodatícias, uma moeda desvalorizada e um forte crescimento do Brasil. 
Isso mesmo, o forte crescimento do Brasil espraiou seus efeitos sobre los hermanos.
É o efeito cachaça.

Comentários

Isabel disse…
Olá, desculpe postar comentário que nada tem a ver com o assunto tratado.
Você, como magistrado da Justiça do Trabalho, pode me dizer o que acha de uma ação judicial por direitos trabalhistas que dura 19 anos e que acaba de ser remetida ao STF?
Obrigada
JOSÉ DE ALENCAR disse…
Isabel,

É mesmo off topic. Tão off topic que o que me pede é vedado por lei.
Veja o que diz o art. 36 da Lei Orgânica da Magistratura:

Art. 36 - É vedado ao magistrado:

.. . . . . . . . . .

III - manifestar, por qualquer meio de comunicação, opinião sobre processo pendente de julgamento, seu ou de outrem, ou juízo depreciativo sobre despachos, votos ou sentenças, de órgãos judiciais, ressalvada a crítica nos autos e em obras técnicas ou no exercício do magistério.

Sorry...

Postagens mais visitadas