Outro Estatuto para Belém

Se não der para cumprir e fazer cumprir nem o das Cidades (LEI Nº 10.257, DE 10 DE JULHO DE 2001), nem o de Gafieira, que tal cumprir então o Estatuto de Boate? Os dois últimos do paraense - de Belém - Billy Blanco.



Estatuto de Boate

Dolores Duran

Composição: Billy Blanco

Gafieira de gente bem, é boate,
Onde a noite esconde a bobagem que acontece,
Onde o whysky lava qualquer disparate,
Amanhã, um sal de fruta a gente esquece.

Gafieira de gente bem, é boate,
Onde a noite esconde a bobagem que acontece,
Onde o whysky lava qualquer disparate,
Amanhã, um sal de fruta a gente esquece.

Vamos com calma,
Olha o respeito,
Cuida do corpo,
Que a alma, não tem mais jeito,

O estatuto não prevê,
Mas eu lhe digo,
Traga a sua mulher de casa,
E deixa em paz a do amigo.

Comentários

Adelina disse…
Taí um estatuto "maneiro" que nem sequer é cumprido..rsrsrs...Mas, prazer mesmo é encontrar você e seu blog. Afiliei-me desde já. Abraço grande e saudoso.
JOSÉ DE ALENCAR disse…
Queridíssima amiga Adelina.

É muito bom tê-la como leitora e, mais que isso, amiga de - e para - sempre. Não importa as voltas que o mundo dá.

Vá mandando. Bem, como sempre.

Abraços.

Postagens mais visitadas