Bertin faz acordo

Depois de uma saraivada de condenações, o frigorífico Bertin vai fazer acordo e pagar o que deve aos quase trezentos trabalhadores que ela despediu de uma só vez, após uma greve selvagem.
Ele goza de incentivos fiscais concedidos pelo Estado do Pará.

Comentários

Saulo disse…
Realmente, apenas após sucessivas condenações pelos Juízes que passaram por Redenção, com decisões confirmadas pelo TRT, resolveu a empresa cumprir a lei. Isso é um belo exemplo de que a insistência em utilizar a tutela individual dos interesses jurídicos, além de assoberbar o Judiciário, prejudica qualquer sonho de eficiência na salvaguarda dos direitos sociais. A utilização das tutelas coletivas deve ser massificada, para o bem dos jurisdiconados e do próprio Judiciário.
Saulo

Postagens mais visitadas