Cinquentão

O Ministro Ríder Brito, Presidente do Tribunal Superior do Trabalho, completa hoje cinquenta anos de bons serviços prestados à Justiça do Trabalho, onde começou como servidor e chegou ao cargo máximo.
É um exemplo notável de servidor e magistrado dedicado à causa pública, além de ser pessoa simples e agradável, como os obidenses em geral e ele em particular.
Quando comecei a advogar ele era o Presidente da Quarta Junta de Conciliação e Julgamento de Belém, que sob ele tornou-se a mais célere do Brasil. Era comum os advogados de empresas requererem prazo para contestar porque haviam recebido a intimação um ou dois dias antes. Preciso e rigoroso, ele concedia o prazo, pela exata quantidade de dias que faltavam para completar os cinco que a lei garante às reclamadas. Acompanhei com gosto e admiração sua carreira. Quando fiz advocacia sindical, tive a boa sorte de encontrá-lo na Presidência do Tribunal e as audiências de conciliação dos dissídios coletivos eram por ele admiravelmente bem conduzidos, não raro resultando em conciliações, inclusive em casos dificílimos (greves, por exemplo).
São exemplos assim que nos dão esperança e garantia de que o serviço público pode ser melhorado, sempre e cada vez mais.
Minhas homenagens ao Ministro Ríder Brito.

Comentários

Parabéns ao Ministro Rider.
Infelizmente não tive o seu privilégio alencar, pois estou começando na advocacia.
Porém, sempre leio as decisões do Ministro Rider, as quais são verdadeiras aulas.
Parabéns Ministro Rider!!!
JOSÉ DE ALENCAR disse…
Obrigado, Juliann.

Realmente, foi um privilégio para as gerações anteriores à sua conviver profissionalmente com o Ministro Ríder, que se encaminha para uma merecida e honorável aposentadoria.
zahlouth disse…
Unama vai homenagear presidente do TST

A Universidade da Amazônia concede ao ministro-presidente do Tribunal
Superior do Trabalho (TST), Rider Nogueira de Brito), na próxima
sexta-feira, 23, às 19h, no Auditório "David Mufarrej", do campus Alcindo Cacela, o título honorífico Doutor Honoris Causa. A universidade concede a honraria a pessoa que tenha se distinguido por suas atividades em prol das
ciências, das letras e das artes, ou que haja prestado relevantes serviços à humanidade, ao país, à região amazônica ou à Unama, de acordo com o Art. 75. do Regimento Geral da Universidade.

Rider foi durante muito tempo professor da Unama na área de Direito Trabalhista. No último dia 12, data do aniversário de Belém, o presidente do TST comemorou 50 anos de Justiça do Trabalho.

A trajetória do ministro, natural do município de Óbidos, teve início em 12 de janeiro de 1959, quando tomou posse como auxiliar judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região. Em sua carreira na Justiça Trabalhista, o
ministro teve como característica curiosa, o fato de ter abraçado todos os cargos possíveis dentro da Justiça do Trabalho, tanto na área administrativa, como servidor, quanto na judiciária, como magistrado.

Durante a cerimônia, que contará com a presença do Conselho Universitário da Universidade, o professor Georgenor Franco, que coordena o curso de Mestrado
em Direito da Unama, fará a saudação ao homenageado.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Unama
JOSÉ DE ALENCAR disse…
Meu caro colega Zahlouth.

Obrigado pela contribuiçã.
Merecida homenagem.

Postagens mais visitadas